quarta-feira, 30 de maio de 2012

26 de Março - Mekaron Filmes

Link do vídeo resultado da oficina em Santarém:belíssimo vídeo

ço - Mekaron Filmes

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Para


os ouvidos

da amizade

declamamos

(sem medo)

o dia em que de repente

perderemos as nossas asas...



*Ron
Belém > Antigamente


 Av. Presidente Vargas & O Grande Hotel!


Em uma das fotografias mais clássicas de toda a história do cangaço, podemos ver Maria Bonita sentada acariciando os cães Ligeiro e Guarany, e Lampião ao seu lado, em pé, com um jornal nas mãos.


Que jornal era aquele e quem seria a mulher que aparecia na página???
Uma miserável verdade:"Gosta-se muito mais das pessoas

quando elas são abatidas por um cerco extraordinário de

 desgraça do

que quando elas triunfam." Virginia Woolf

...Gosto das mulheres. Gosto da falta de convencionalismo delas.

Gosto da  integridade delas. Gosto do anonimato delas... Virginia Woolf
Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.

 Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for

 preciso. E com confiança no que diz. ~ Poeta Carlos Drummond de Andrade


Um mínimo de grandeza já o desumaniza.
Por exemplo: — um diretor de um instituição pública. Não é nada, dirão.
Mas o fato de ser diretor já o empalha. É como se ele tivesse algodão por dentro, e não entranhas vivas. ~ Nelson Rodrigues
(Desenho de José Bento)


Bar do Parque:urge extrair desse bar o livro de boêmios, poetas, jornalistas...Dos artistas da cidade...rs
Ah,- esse bar mais real que suas histórias inventadas...rs


(É verdade...)


Basta observar as pessoas que saem de uma sala de cinema, sempre em silêncio, a cabeça baixa e o ar distante.
O público de teatro, de tourada e o público esportivo mostram muito mais energia e animação. A hipnose cinematográfica, leve e inconsciente, deve-se, sem dúvida, à obscuridade da sala, mas também às mudanças de planos, de luzes e aos movimentos da câmera, que enfraquecem a inteligência crítica do espectador e exercem sobre ele uma espécie de fascinação e de violação. ~ Luis Buñuel
Quando eu era menino, os mais velhos perguntavam: o que você quer ser quando crescer? Hoje não perguntam mais.
Se perguntassem, eu diria que quero ser menino. ~ Fernando Sabino
O instante alcançável > por isso lindo...
Li-ber-da-de !!!


(Foto de Ana Mokarzel)

Os novos e criativos blogueiros de Belém: alunos da Escola Albanizia.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Os conteúdos transmitidos pelas Oficinas de Comunicação, produzidos pela Secom são apresentados através das oficinas de comunicação:Web ( a comunicação através das redes sociais e blogs e suas possibilidades de uso por estudantes e professores);


de Audiovisual( técnicas de produção de vídeo em seus mais variados gêneros, formatos e etapas de produção);

de Artes gráficas ( técnicas de comunicação visual que informam e transmitem um conceito ou ideia através da relação imagem e texto)

de Rádio ( técnicas de produção de informação e edição de áudio com linguagem para veiculação de notícias debtro e fora das escolas)

de Jornal Impresso ( produção de informação e edição de áudio com linguagem para veiculação de notícias dentro e fora das escolas)

de Fotografia ( processos de captação, armazenagem, impressão e reprodução de imagens, democratizando o uso da fotografia)

de Desenho ( noções e técnicas de desenho à mão livre, em todas as suas expressões, de maneira a estimular a criatividade e o talento)


Acionadas > são coadjuvantes à escrita e facilmente se colocam dentro do contexto formais de escolarização.// Não há como negar a existência do fenômeno de informações em nossa vidas. Aos suportes impressos somaram-se os suportes eletrônicos da comunicação. Novos códigos de representação e comunicação, hoje tão presentes no nosso cotidiano, coloca-se (também) como alternativa de trabalho.O domínio das novas tecnologias de comunicação, principalmente daquelas disponibilizadas pelos computadores e pela informática, pode servir (e muito) como novas estradas para os estudantes. O Projeto Biizu > caminha nessa estrada.