quinta-feira, 30 de setembro de 2010


O Liberal (Pesquisa BP)

Pesquisa BP
Propaganda de O Liberal > na Revista Manchete (RJ)- 30.11.1968
.
***

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Aviso para os Leitores:

Clik sobre as fotos >>vc vai vê-las ampliadas.
.
***
Momento emocionante:
O Povo e o Simão cantam o Hino do Pará Salve, ó terra de ricas florestas,
Fecundadas ao sol do equador!
Teu destino é viver entre festas,
Do progresso, da paz e do amor!

Ó Pará, quanto orgulho ser filho,
De um colosso, tão belo e forte;
Juncaremos de flores teu trilho,
Do Brasil, sentinela do Norte.
E a deixar de manter esse brilho,
Preferimos, mil vezes a morte.

Salve, ó terra de gigantes,
D´Amazônia, princesa louçã!
Tudo em ti são encantos vibrantes
Desde a indústria à rudeza pagã,
Salve, ó terra de rios gigantes.
.
Letra de Arthur Porto
Música: Nicolino Milano
.
***
Clik sobre o cartaz >vc vai vê-lo ampliado.
.
***

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

No Olhar de Mona Há sempre duas viagens. Uma por fora:pra turista. E outra > por dentro: sem volta...
.
***
*Mais De Um Maior* Curiosa essa incapacidade nossa de querer aceitar 2 maiores; ou 5; ou 11.
Extravagante incapacidade nossa de querer que um seja maior que o outro, que este outro seja pequeno.

Entretanto o que parece visível é que a partir de certo momento democrático/inteligente o nosso mundo cultural começou a comportar, concomitantemente, mais de um maior...

E esperamos que prossiga, mais e melhor ainda. Amém!
.
***

Do açaizeiro tudo se aproveita: frutos (alimento e artesanato), folhas (coberturas de casas, trançados), estipe (ripas de telahdo) , raízes (vemífugo), palmito (alimento e remédio anti-hemorrágico).
.
Seu sumo é muito consumido como suco ou pirão e cujo gomo terminal constituí o palmito.
.
Assim pode ser consumido na forma de bebidas funcionais, doces, geleias, sorvetes.
.
O fruto é colhido subindo-se na palmeira com o auxílio de um trançado de folha amarrado aos pés - a peconha.
.
Açaí > nas lendas se chama > Iaçá. Uma planta que não pára de chorar.
.
Na realidade: o açaí é de grande importância para o Pará em virtude de sua utilização por grande parte da população, principalmente os ribeirinhos.
.
Pará:Pátria do Açaí
Puro, puríssimo ou com peixe-frito, carne-seca, farinha d´água ou tapioca > o açaí é o cardápio diário dos paraenses.
.
***
Deixe (aqui) a sua opinião Nesta casa há liberdade de crença e pensamento...
.
(No Brasil, todos somos ao mesmo tempo técnicos de futebol, poetas, jornalistas, católicos, ateus...E estamos (também) na lista dos que não são nem uma coisa nem outra...Mas > todos somos corações que pulsam
com vírgulas e letras.
.
***

domingo, 26 de setembro de 2010


Esses amigos... Esses amigos indispensáveis e inteligentes > que dão cachuletas no meu "véio" coração.
E o Ron >fica na tipóia do carinho.

(Na foto: Luiza e Monique; a meiga Helena; e o fogo/amigo (?!) Mr. M. rsrs)
.
Clik sobre a foto > vc vai vê-la ampliada.

***
A mulher sensual não se explica.
Compreende-se nas suas curvas
e nos dedos dos pés...
.
***

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

p o e m i n h ao teu cheiro
nessa quinta
seja inteiro

(esse cheiro
que estou pegando...)
.
(RF)
.
***

terça-feira, 21 de setembro de 2010


Nos OlhOs das Mulheres

Belém hipnotizada pelos OlhOs femininos....

Vemos nesses olhos/espelhos: a superficialidade em pessoas comprando livros que nunca serão livros;o concerto de gargalhadas diante do fóssil programa eleitoral (na Tv);o futuro (?) em caras borolentas;homens com os seus joelhos dobrados perante uma Deusa política (inventada!)..

Nos olhos das mulheres
fotografias de pessoas
que elegem Reis e Rainhas
a fim de permanecerem bobos da corte..

Isso é Belém do Pará!.

***
Belém > e o seu vício de chuva Ninguém te entende...
Mas o que importa?

domingo, 12 de setembro de 2010

Nas nossas ruas...Hoje e ontem nossos olhos não fazem outra coisa senão chorar as mortes de nossos irmãos...
.
O embrutecimento no Pará já se acha tão acelerado que não há mais retorno.
Se formos absolutamente sinceros, em Belém ( como exemplo) a nossa paz está ao pé da cova.
.
A nossa segurança está em permanente declínio.Está impossível viver numa cidade como essa, dominada pela estupidez.
.
Vemos Belém mutilada e decadente. Com a sua população de políticos despidos de consciência, obtusos, sórdidos e corrompidos.
.
Engasgam a cidade com baixo regional-socialismo, e depois ela é morta criminosamente por pseudo-socialismo. Da maneira mais infame extirparam a tranquila e democrática vida do caboclo paraense.
.
Topamos com a corrupção para onde quer que olhemos.
Ficamos cegos de tanto exergar a hipocrisia, em rostos que falam em programa eleitoral na Tv. Não importa quem você ouve no Pará de hoje, estará ouvindo um men-ti-ro-so. Apoiados em suas muletas, ululam perdidas razões.
Uns descem, "humildes", de suas empáfias ao povo, outros sobem, igualmente "humildes". (E nem vale a pena falar desse programa ridículo e desses políticos ridículos)
Isso nos dá nojo.
.
Nós, ao pé da cova que nos abrem, todo o racíocinio é perda de tempo.
.
P.S.:Existem honestos políticos. Poucos. Mas > existem.

Para o político que me lê:A foto acima não é uma visão, é a realidade, viu?
.
Texto de Ronaldo Franco.
.
***
Setembro!
Enquanto (3) Outubro não vem
Texto de Ronaldo Franco Período de fantasia, de falsas ilusões, de pirotecnia, de intolerância e outros desvarios, no qual o virtual se sobrepõe à realidade.
.
Carrões de luxo, bicicletas, carroças transportam o símbolo maior de sua campanha, -a esperança-, que o caboclo (não mais inocente) não quer ver adiada.
.
Esperança em mudanças estruturais para que todos tenham os mesmos direitos e as oportunidades sejam igualitárias; mudanças para democratizar o acesso à cultura e até a divulgação da própria cultura, para que deixe de se constituir um privilégio apenas de alguns, escolhidos segundo as conveniências pessoais de quem detém essa possibilidade de seleção, em detrimento da imensa maioria inteiramente marginalizada pelos elitistas de plantão.
.
A profunda estratificação social é evidente no Pará.
.
De um lado um contigente de burgueses (ou falsos bugueses) preocupados em manter seus doces privilégios e, de outro, um exército de desvalidos buscando virar o jogo, para que possam ter vez e voz.
.
Com votos é possível virar o jogo, apesar de que, como canta o Lulu Santos, "ainda vai levar tempo pra fechar o que feriu por dentro", mas logo tudo estará fechado.
.
Cicatrizado em votos!
.
***
DomingoA moça na embarcação da preguiça...
.
***
Aviso do Dr.Dráuzio

sábado, 11 de setembro de 2010

Viva a Liberdade de Amar!
O Sábado subordinou a existência
a essa
correspondência
de olhares...
(RF)
.
***
O aplauso O gesto natural, aquele que, espontaneamente irrita o mal, -o aplauso-,
contrário à inveja, expõe, escancara a poesia.
.
A voz das mãos desnuda a cabeça sem veneno em flagrante humanidade.
.
Um momento restaurador (sem escapar a sensibilidade que o sustenta) que se corporifica se expressa na força menina onde brota o arrepio dos bons sentimentos.
.
Com a ternura maior do que a de 1.000 homens!
.
(RF)
***
Sexta: Dança > Belém!
***

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

No Jornal Diário do Pará (coluna de Guilherme Augusto)Na foto: A governadora (de chapéu) com amigas.

Tábua de Salvação 1
O programa eleitoral da candidata Ana Júlia ao governo, ontem, tirou totalmente de cena a candidata à Presidência, Dilma Roussef, que mereceu, apenas no final, uma citação do seu nome. A estratégia foi colar no Lula, talvez, quem sabe, na esperança de que o fenômeno da transferência dos votos se repita aqui.
.
Tábua de Salvação 2
De acordo esse raciocínio, os marqueteiros da governadora supõem que o que deu certo com Dilma, tem tudo para dar certo com Ana.
Afinal, dizem, o que a Dilma tem que a Ana não tem.Faz certo sentido. Ou não.
.
***