quarta-feira, 11 de maio de 2011

A espera
sem aparência
do cotidiano...

Nenhum comentário: