quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

O Feitiço de Dira Paes

A"Matinta com o feitiço de Dira Paes" (de Fernando Segtowik) A velha Matinta (das lendas amazônicas) meio gente, meio bicho, muito feia, muito velha apareceu no Festival de Brasília do Cinema Brasileira interpretada por Dira Paes: como ave, como moça.Moça misteriosa assobiando sensualidade para conseguir tudo o que quer.Cabocla que oferece café e fumo e os feitiços do amor. Saída de Caruara, na ilha de Mosqueiro onde foi trabalhada a filmagem com técnicos do Pará, Rio de Janeiro e São Paulo. Dira Paes não recebeu o prêmio de "Melhor Atriz", por estar num risível Ti-ti-ti com o costureiro Victor Valentim (novela da Rede Clobo).
A "Matinta"premiada (que só poderia ser a Dira Paes) estreia em Belém no próximo dia 10, no Cinépolis.

Vamos lá!
.
***

Um comentário:

Ilê Asé Omotundé Bertrand disse...

Seria muuuuuito interessante e enriquecedor ter um post sobre a personagem do saudoso padre edward,pois ele tmbm faz parte da história do mosqueiro.