terça-feira, 14 de abril de 2009

O sol


O Sol:
esse incessante
nascer
.
***

5 comentários:

Carmem disse...

Foto explêndida!...

Beijo

Anônimo disse...

olá amigo poeta... saudades de um bom papo ao sabor de um café ou de um almoço no Boulevard. besos. Roberta.

Jac. disse...

Gostei desse incessante nascer...

Mas precisa também morrer todos
os dias!
Que a vida é isso...uma constante reconstrução!

Carinho.

papistar_nunes disse...

"Como o incessante nascer do sol, renasço a cada dia de um amor perdido no tempo!"

Beijos poeta e obrigada por esta linda imagem que me fez viver um momento de importante reflexão.

Celeste disse...

Belíssima foto!!!