segunda-feira, 20 de abril de 2009

A poesia de Rubem BrAgA

Era linda,
viva,
ágil,
engraçada
e devia ter uns dezesseis
ou dezessete anos.
Hoje,
terá,
implacavelmente,
quarenta e quatro ou quarenta e cinco,
talvez leia essa crônica
e se lembre de um rapaz
que uma vez lhe jogou de uma janela
um avião de papel
onde estava escrito "meu amor"
ou coisa parecida; talvez não.
.
***
.

2 comentários:

MAGDA ABOU EL HOSN disse...

Esse Ronaldo arrasa mesmo nesse blog !!tem poesia que encanta o mais frio e calculista dos mortais , tem musica e cantores para os mais ecléticos e humildes sensiveis gostos a flor da pele e da alma , e aqui abro um parentese para render uma singela homenagem a quem conheci ainda em tenra idade , hoje uma mulher , talento musical- Juliana Sinibu, linda de morrer! E outro abre-alas para reportagem postada de Bernardino Santos , meu irmao camarada, inha que ser destaque no blog de outro famoso e encantador POETA DAS MULTIDÕES , essa página merece o OSCAR de : "o melhor blog do momento" RONALDINHO PARABÉNS PELO BLOG!!

SAMARA disse...

adorei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!estou rosa chiclete!