sábado, 23 de janeiro de 2010

Ela é para mim o meu quintal...

A flor brincando de ser mulher
em verde chão suspirante
instaura o jardim ofegante

B r a ç o s m ã o s p e r n a s
(letras dilatadas)
sem reticências
porque tudo é consequência
do êxtase descascado
com os dedos do sábado
.
(RF)
.
***

2 comentários:

papistar_nunes disse...

Meu Deus, esta está demaisssssssss.
"Extase descascado com os dedos do sábado" ai,ai!!!

LUIZ ALHO disse...

Poeta, Franco Atirador, Ronaldo Franco

A pergunta é: Posso apanhar mangas nesse quintal, desconfio que estás escondendo o joio- joio mesmo, está mais para paraíso do que para quintal. Mas, os versos são teus e fazem bem de quaisquer jeitos. Passa na minha coluna no Acorda Pará e me diz...
Continuas atirando bem? To crivado de poesias meu bom amigo.
Um abraço,
Luiz Alho