terça-feira, 2 de setembro de 2008

"A fotografia como arte da memória, em suma, é essa obsessão que faz de qualquer foto o equivalente visual exato da lembrança. Uma foto é sempre uma imagem mental. Ou, em outras palavras, nossa memória só é feita de fotografias. (...) Na medida em que não precisamos mais lembrar-nos delas, apagamo-las. (...) A arte da memória é exatamente como uma escrita interior; e, por outro lado, elas traduzem evidentemente a valorização que é feita do sentido da visão: de todas as nossas impressões, as que se fixam mais profundamente são as que nos foram transmitidas pelos sentidos; ora, de todos os sentidos, o mais sutil é a visão; recorrer à imagem é, portanto, o meio mais seguro de conservar a lembrança de algo, mesmo se se tratar de uma palavra, ou de um pensamento. Será, portanto, necessário traduzir em imagens." © Philippe DuboisFoto: © Boza

***

Um comentário:

nega fulô disse...

O que será que conversam? O que dizem um ao outro? Um diálogo sem palavras. O olhar. A apenas o olhar, e a comunicação está feita!!!!!!!

Isso é a fotografia!
Parabéns meu poetinha...