quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Dira Paes

Em "Dois filhos de Francisco".
Dira interpreta uma prostituta no polêmico "Baixio das Bestas" de Claudio Assis.
.
***
.
O sucesso da atriz paraense Dira Paes é recente aos olhos do grande público.
Na televisão, ela vive sua melhor fase como Norminha, a dona de casa fogosa que faz o marido de bobo para cair na farra na novela "Caminho das Índias".

Outro personagem marcante na TV é a empregada abobalhada Solineuza, da série "A diarista", que foi ao ar de 2004 a 2007.

Mas é no cinema que a atriz paraense de 41 anos fez sua história. Da estreia na produção britânica "A floresta das Esmeraldas", de John Boorman, ao inédito "Amazônia caruana", de Tizuka Yamasaki, ela estrelou 28 filmes ao longo de 25 anos de carreira.

Considerada a "musa da retomada" do cinema nacional, Dira marcou presença em campeões de bilheteria como "Dois filhos de Francisco - a história de Zezé di Camargo & Luciano", de Breno Silveira, à produções marcadas pela polêmica como "Baixio das bestas" e "Amarelo manga", de Cláudio Assis.

Cineasta que já dirigiu a atriz fala sobre sua contribuição para o cinema nacional:

“Dira é uma pessoa muito séria, que coloca honestidade e fé em tudo que faz. Ela tem uma luz que ilumina as cenas e contribuiu para o trabalho de qualquer diretor. Foi um prazer trabalhar com a Dira, contar com a sua presença nos sets. Só tenho a agradecer.” – Cláudio Assis dirigiu Dira Paes nos filmes “Amarelo manga” e “Baixio das bestas”
.
***

5 comentários:

papistar_nunes disse...

E nós aqui ficamos cheios de orgulho claro. Bjssssss

karol disse...

Com certeza! é uma excelente atriz!!!
Muito bom o blog ,Ronaldo...sempre gosto de todos os posts!
Bjs

Anônimo disse...

Dira é um belo exemplar de talento e beleza cabocla.
Meu Deus.

Téo.

Léo Meneses disse...

que orgulho ne!!! brilhe Dira!

CONSULTORIA UNIVERSITÁRIA disse...

Olá querido Ronaldo,

Trabalho com a Nazaré Pereira e senti a falta dela no Cantoras do Pará.


Grato