segunda-feira, 22 de junho de 2009

Compromissos "Se Rasgum" Na Funtelpa?

Na foto: Regina Lima > Presidente da Fundação de Telecomunicações do Pará > Funtelpa
Para o Sr. Ronaldo Franco:

Abaixo a Nota sobre o cancelamento das Seletivas face ao não cumprimento do acordo entre a FUNTELPA e a Organização do Festival.
Esse é mais um fato que demonstra o descompromisso que Dona Regina Lima tem com a cultura paraense.
Parece que a história se repete. Mais uma vez “montam” nos cargos públicos e os usam como seu império.
Como se a coisa pública fosse e pudesse ficar a mercê dos caprichos de quem nele se instala.
E pensar que ainda teremos que aturar esses desmandos durante mais um ano e meio.
É o caso de pensar se a mudança que pensávamos, está valendo a pena.
Essa nota saiu nos dois principais jornais de hoje.
Caso não tenham lido, tá aí.
Hoje foi com o Festival Se Rasgum, e amanhã com quem será?
Se acharem pertinente e se por ventura também tenham achado um absurdo, divulguem.
Quem sabe pode acontecer com vcs... Ou com qualquer outra manifestação artística.

Abraços
Lanny Tavares

alanyse@superig.com.br


NOTA DE ESCLARECIMENTO

Com muita tristeza, a organização do Festival Se Rasgum é obrigada a anunciar o cancelamento das seletivas programadas em parceria com a Funtelpa – Rádio, TV e Portal Cultura. Não foi uma decisão que partiu de nós, mas da falta de organização e de incentivo da rede de comunicação estatal para as bandas novas, de Belém e do interior, que trabalham com músicas próprias e com uma nova linguagem na música paraense.

Funcionários de dentro das emissoras Cultura, que nos incentivaram e trabalharam para que houvesse o programa, também não podem mais fazer nada, pois infelizmente um acordo que já estava feito foi rompido por uma decisão unilateral e centralizadora. Tudo o que podemos fazer agora é pedir desculpas a todas as bandas e pessoas envolvidas, além de garantir que nós faremos essa seletiva, sim, e que as bandas se apresentarão e terão outras boas oportunidades também.

Se há um objetivo que sempre ficou transparente na Dançum Se Rasgum Produciones foi o de que nós nos preocupamos com a música. E nos preocupamos porque gostamos de música, porque sabemos a força que ela tem e onde ela pode nos levar. Nos preocupamos com o Estado, com a tal “cena”, com a criação de novos sons, de novas bandas. Nos preocupamos com Belém, com o Pará. E nos preocupamos porque existem duas coisas que nos fazem acreditar no que fazemos: o talento da música paraense e nosso compromisso com ela.

A honestidade e o trabalho árduo sempre estiveram nos acompanhando, mesmo somado ao desgaste que sofremos para fazer com que o Festival Se Rasgum continue dando frutos para os grupos locais, que seja repercutido nacionalmente por veículos de imprensa como a Folha de S. Paulo, Revista Veja, MTV, Bravo!, Revista Rolling Stone etc., e que faça com que o público acompanhe por onde anda a música brasileira e dando às bandas locais a oportunidade de desfilar nesse cenário.

Nossa intenção de mudar as seletivas para a TV, Rádio e Portal Cultura era para dar visibilidade a mais bandas que gostariam de participar do festival. No entanto, continuaremos com o objetivo das seletivas levando o evento para outro lugar e transformando em apresentações ao vivo, mostrando que assim como o tema do festival, só os mais aptos sobreviverão. E se para essa sobrevivência, quesitos como honestidade, compromisso e boas intenções contarem mais pontos, o Festival Se Rasgum é o que vai superar todo o caos.

Os votos pelo site
www.serasgum.com.br continuam. A ordem de apresentação continua a mesma, por mais que as etapas sejam divididas em mais dias. A organização do festival comunica que em menos de 24 horas, após uma reunião com todas as bandas envolvidas, serão divulgadas datas e local das novas seletivas. Aguardem novidades.
abs-- Marcelo DamasoMSN:
marcelo_damaso@hotmail.com

4 comentários:

Natália Azevedo disse...

estou arrasada!!!

papistar_nunes disse...

Voces já pensaram o que isso acarreta nos projetos dessas bandas? Tudo já é difícil:local de ensaio, disponibilidade de tempo dos integrantes, compra de equipamentos de som de boa qualidade e etc.
Porra, isso já é sacanagem demais!!!

Anônimo disse...

Governo para todos, né?

Glaucia Ribeiro

Jorge Reis disse...

Se aboletam, Ron. Se a-bo-le-tam ...reakers