sábado, 12 de dezembro de 2009

O aniversário


*Todos os dias são iguais.
Têm 24 horas.
Mas o dia de aniversário é di-fe-ren-te.
Têm mais horas do passado,
do presente
e do futuro.
O meu, por exemplo, começa amanhã:
com amigos de fé,
chopinhos & violões.
(E o milagre das caldeiradas...)

18 comentários:

Anônimo disse...

Vou levar a turma da Antonio Barreto.kkkk
Brincadeira, amigo.
Parabens. Tu és o amigo que faz a gente feliz. Com a sua alegria e sempre pronto para ajudar os amigos na hora que mais precisamos.
Portanto, seja sempre feliz.
Os amigos da Antonio Barreto.kkkk
Ou melhor,da casa 327.kkkk

Anônimo disse...

Parabéns, Poeta.Você merece muitas homenagens.Pela sua poesia, pela sua dignidade com os amigos, pelas informações culturais de nossa Belém.Seu blog e a sua página no jornal Diário do Pará, no Caderno Por Aí espelham a sua real preocupação com artista de nossa terra.Com uma diferença,você fala de todos com carinho.Como se todos fossem seus amigos de muito tempo.E com o charme que Deus lhe deu.
Hoje,tenha certeza, poeta Ronaldo Franco, você é uma das figuras mais queridas da cidade.
Adoramos você.
Hellen, Guga, Teca, Mirian, Tomás,
Leonardo, Laurinha.
Adoramos você.

Anônimo disse...

Beijos meu lindo poetinha.Te Amo.

Lourdes Borges.

Anônimo disse...

Grande Poeta.
Queres saber porque tu és muito querido e muito lido?
Vou te contar.Tu não escreves no pronome eu.Simples, não? Tu escreves no pronome nós, por nós.Tu és plural, por isso muito amado.
Segue sempre esse caminho.Passa na tua caravana esse teu jeito feliz de viver.Os cães que se mordam.rs
E com essa covinha no teu sorriso, tu arrasas.rs

Jane Campos

Anônimo disse...

Égua, mano.Queria estar aí pra essa farra.Mas daqui de Sampa vai o meu melhor abraço e o carinho da Talita.
Tô doido que termine esse "tar" de mestrado, pra botar o meu pé na estrada.A vida aqui tem sido difícil. Sem açaí e a farinha baguda. E principalmente sem amigos, como o nosso poetinha.
Tudo aqui termina em março.E quando chegar aí, vamos tomar 1000 litros de Red.
Saudades, muitas saudades meu irmão.
José Augusto Pastana.

Anônimo disse...

Caro Ronaldo

Te conheço há muito tempo.Fomos colegas de Colégio Moderno e da Faculdade de Direito (1969).Sou o Hélio Dantas.
Rapaz, tenho te acompanhado nos jornais e no teu blog.E vejo que o poeta das meninas do Moderno, se tornou o poeta da cidade.Um poeta dos bons.
Que te conhece há muito tempo, como eu,sabia que ias ser o que tu és hoje, admirado e querido.
Estou aposentado, morando em Salinas.E a minha casa está aberta para a tua família.Passei o meu enderêço por e-mail.
Terei imenso prazer em te receber, meu amigo.
Sei que hoje estarás rodeado de amigos, mas tenha em mente o meu abraço, do teu adversário de muitas partidas de tênis de mesa.
Hélio.

IGARAPRODUCOES.BLOGSPOT.COM disse...

Por Messias Lyra

AH! RONALDO

Desejo-lhe apenas o simplesmente viver, pois coisas maravilhosas,belas e extraordinárias já tens ao criar indomável de teu talento poético. Amim basta o presente/passado/futuro de saber-te amigo. E saber que caminharemos sempre juntos no sonhar e voar nas asas da palavra.

Nancy Pessoa disse...

Que tuas palavras sempre inpiradoras,continuem aliviando nossos dias, que tua paz nos traga cada dia mais alegria.
Que esse amigo, meu amigo, se construa a cada dia,realize sonhos, transforme sorrisos e nos tarag cada dia mais informações.

Amigo muita paz, amor,sucesso...Que Deus te abençoe e que todos os dias seja um belo dia para dizer parabéns,e acredite que pra nós que lhe amamos é sempre bom agradecer a Deus por teres nascido.

Parabéns.

Benny Franklin disse...

Imagino que tnha sido perfeito.
Daqui mando-te meus Parabéns, RON.
Imenso amplexo deste amigo.

papistar_nunes disse...

Estava aqui analisando sua foto de aniversário e resolví criar uma historinha besta como só eu sei criar histórinhas bestas e essa,para homenageá-lo.

A vela disse para o bolo:existe luz mais intensa que a minha e doçura mais doce que a tua?O bolo respondeu:existe sim,um poeta chamado Ronron!A cereja toda faceira se meteu na conversa e disse:é porisso que eu vim aqui representar seus amigos e enfeitar seu coração.
Psiuuuuuuuu ele está chegando!!! A vela falou:obaaaaaaaa ele vai me soprar,o bolo falou:mas ele vai me saborear e a cereja disse: é mas quem vai ganhar com tudo isso sou eu pois eu sou "os amigos"e ele vem nos acariciar.Aí chegou a Fátima e disse:"ah meus queridinhos, eu trouxe o presente sabe o quê, sabe o quê? O meu coração escrito em cima com chantilly:"Te amo poetinha"
Paff. paff,paff, depois da querela, todos juntos, unidos e felizes como ele gosta cantamos"parabéns prá voce nesta data querida,muitas felicidades muitos anos de vida"
Moral da história:este homem é rei, nós somos seus súditos felizes e porisso devemos amá-lo até a sua morte pois aqui, ele plantou e colheu um dos maiores tesouros que exite:amigos sinceros!!!Parabénssssss queridíssimo amigo. smacksssssssss

Anônimo disse...

Amamos você, meu querido poeta.

Jose e Ana Paula Dias.

Anônimo disse...

Viva o poeta mais querido de Belém.

Jorge Bastos Oliveira

Anônimo disse...

Não quero jogar confetes em ti.Mas todo mundo sabe que tu és o amigo legal e bom parceiro para todas as horas.
Tu fazes da vida um carnaval da algria.Estou no teu bloco, meu amigão.
Arlindo Palheta

Anônimo disse...

Amanhã é o seu aniversário, lindo poetinha.
Desejamos para você tudo de bom na vida.
Amo você.Amo suas poesias.

Celeste

Adina Bezerra disse...

FELIZ IDADE NOVA AMIGO! Sei que esta fala é sua... continue aproveitando muito bem os anos que de fato ainda os terá, pois os que já se foram, não te pertecem mais.
E só para que não esqueças nunca: EU TE AMO!
Besos com estalos de festas.

Anônimo disse...

Ronald,
escrever a um poeta não é missão das mais fáceis, descrever um ser humando especial ainda mais difícil...mas a sua simplicidade e humanidade me inspiram um pouquinho:)
Gosto muito de você e sempre lembro com carinho dos momentos de companhia, aprendizado e descontração na Fax. Existem convívios pequenos que se tornam marcos, e assim foi comigo.
Você é um profissional competente e, se assim se pode dizer, um ser humano competente: digno, atencioso, carinhoso, amigo, dedicado e...., cá pra nós, rabugento (hehehe).
TE ADORO!PARABÉNS!
Diúlla Palheta

Anônimo disse...

Você é comprovadamente querido.Passei pelo o seu orkut e vi mensagens de minuto a minuto.Com carinhos,admirações, respeito.
Você é igual a sua poesia.Cheio de ternuras para dar.
Fico orgulhosa de ser sua amiga, poetinha.
Dircélia Mendonça

Anônimo disse...

Tu mereces todas as homenagens de carinhos, poeta.

Téo.