quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

O Que Nos Salva São As Cantoras





O Que Nos Salva São As Cantoras...
.
Pelo menos em 2008, ao contrário de 2001, não tivemos aviões explodindo contra torres. Neste final de ano, a cena que atravessou o mundo foi a de um par de sapatos cruzando o estreito espaço de uma coletiva de imprensa no Iraque, em busca de seu alvo: a cabeça do presidente da nação mais poderosa do mundo. Mas o texano, acostumado a se desviar dos muitos chifres do seu rebanho, mostrou que é bom de ginga.
.
Aliás, outro norte-americano, mais de 80 anos atrás, acertou no alvo, apesar de ter mirado no que viu e atingido o que não viu. O poeta T. S. Eliot, ao final de um seus mais conhecidos poemas, disse que o mundo expiraria não com uma explosão, mas com um gemido.
.
Pois em 2008 o mundo expirou com o gemido (mais parecido com um ronco) do mercado financeiro americano (sempre os americanos). A explosão veio depois, com as falências se sucedendo como peças de dominó colocadas em fila. E dizem que o pior ainda está por vir, principalmente quando o tsunami financeiro bater aqui, nestas praias que Cabral descobriu, trazido pela Varig, Varig, Varig.
.
Pois é, seu Cabral. Por aqui, melhor o senhor não repetir a dose. Se lhe pegam na praia, fazendo turismo, corre o risco de o senhor sair daqui mais depenado que a indiada boa e nua que o recebeu lá já vão mais de 500 anos.
.
E nem tente sacar um dinheirinho do banco para as festas de final de ano. A saidinha pode lhe custar caro. Aqui, em se plantando tudo dá, como bem disse naquele “e-mail” o bom Caminha ao venturoso Rei. Mas o que por aqui mesmo germina, do alvorecer nos bairros bacanas ao breu das quebradas, é toda modalidade de crime. O cidadão já sai de casa como quem volta, em medos redobrados.
.
Por isso, seu moço, para saudar este 2009 que já aquece os tamborins na concentração, eu recomendo que sintonize as nossas cantoras do rádio. É, as cantoras do rádio paraense, cantoras da terra, tão afinadas quanto os passarinhos que varam a poluição e insistem em trazer no bico um pouco da melodia das matas úmidas e ensolaradas, com que nos vêm acordar, cedinho, nas varandas, nas sacadas dos apartamentos.
.
As cantoras paraenses são assim, nos acordam para a vida com seu canto que é como o rio que nos navega, e que nos deixa promessas de maresias nunca dantes navegadas, portos que se oferecem à fluvial existência de que somos passageiros.
.
Que as cantoras paraenses sejam a trilha sonora do ano-novo que se faz à porta, por todos os cantos e anos vindouros desta Belém amada, embora haja tantos assaltantes pelo caminho. Vida eterna à arte paraense, que é, principalmente, o de querer (o) bem, de receber bem, fartura no sorriso e à mesa. Vida eterna ao poeta Max Martins. E deixemo-nos de calmarias, seu Cabral: que 2009 se faça ao mar.
.
Aos nossos leitores:- boníssimo Natal e criativo 2009.
.
Estaremos de volta nos primeiros dias de janeiro.
.
Abraços de Ronaldo Franco.
.
****

19 comentários:

morenocris disse...

Feliz Natal, Ronaldo e família.

Beijos.

Simone Almeida disse...

Obrigada pelo teu carinho, amado!!!
segue uma pequena mensagem de natal pra ti:
"É grande a expectativa de um Natal repleto de presentes, festas e alegria! Mas grande mesmo foi o Amor de Deus por nós ao nos enviar o seu filho amado Jesus!
Que a Paz de Deus venha inundar a sua vida com bênçãos sem medida!"
da amiga e admiradora Simone Almeida

Anônimo disse...

Lindas e Maravilhosas !

Téo.

Anônimo disse...

Elas são poesias de nossa Belém.

Frederico Soares

Anônimo disse...

Uma bela homenagem para as nossas cantoras, poeta querido.


Heloísa Favacho.

Anônimo disse...

As mulheres são as vozes de nossa cidade.E que belas vozes.


Rildo Fecury.

Odara disse...

Lisonjeadèerrima de estar entre elas.. Muito legal!!!

Anônimo disse...

Maravilhosas.

Euda Lima.

Anônimo disse...

As nossas cantoras é o lado honesto,digno,trabalhador,do nosso Pará.

Álvaro Dias.

Anônimo disse...

Meu querido! Ninguém se refere a nós, mulheres, como você, principalmente no sentido da alma artística feminina. Acompanho você e suas palavras, suas letras e poesias. Francamente, Ronaldo, você é o nosso poetinha!
Obrigada! E um ano novo com muito o que dizer sobre o que é bom!
Beijos!
Dayse Addario

Coisa-negócio disse...

...é por isso que muitos cantores querem ser cantoras....hauhauhauha... são maravilhosas mesmo!....
FELIZ ANO NOVO!

Leemax.

Anônimo disse...

E os cantores, poeta ?

Jaime Torres.

Anônimo disse...

Sua homenagem é linda. Seu blog realmente mostra uma Belém poética, honesta e maravilhosa.
É por isso que o seu blog é o mais comentado da cidade.

Beijos, meu querido lindo.

Wanda.

Adina Bezerra disse...

Meu amigo irmão Ronaldo Franco sabe fazer a leitura exata de tudo o que lê, ouve e enxerga e com uma franqueza inigualável, eu que o diga.

Anônimo disse...

Tu és um "anjo" para essas cantoras.
Falas de todas com muita paixão e admiração.
Parabéns.O teu blog faz um trabalho maravilhoso para a cultura do Pará.

Maria do Carmo Teixeira

Anônimo disse...

Uauuu!!! É realmente uma grande emoção fazer parte desse clã de divas... Ser lembrada com carinho por algo que fazemos com prazer é um presente mais do que especial, um incentivo... É bem mais que um aplauso saber, que conseguimos alcançar alguém e nos infiltrar,ademas, dentre tantas pedrinhas que encontramos pela vida e que por vezes machucam a alma, é a arte que nos faz lembrar que temos uma.
Espero de verdade que não somente este ano e sim a vida de cada um de nós, seja repleta de grandes e boas surpresas como essa foi pra mim! Um beijo bem querido, Ronaldo!

Gigi Furtado

Anônimo disse...

Meu Irmão/Amigo/Pai Ronaldo,

Quase não visito teu Blog, mas tenho você hospede permanente no meu coração.

Beijos

Valdo

Anônimo disse...

Primeiramente gostaria de parabenizar pelo seu blog sensacional!!. Estava pesquisando sobre as mulheres paraenses e de repente vc surge na minha frente com uma cronica maravilhosa, enxuta, sintetizada e que resume de forma maestricamente as mulheres (cantoras). E as fotos das divas paraenses ficaram 10!
Desde já pode contar comigo para divulgar mais e mais esses assuntos e o que vier em diante.
Parabéns mais uma vez.
E obrigado pelas informações contidas no seu blog.
Hamilton Sacramento.
hamilton.sacramento@yahoo.com.br

João Kzam disse...

Nazoca (Nazaré Pereira, minha prima) morena de cheiro, pena não ter nascido no Pará, era Acreana.