quarta-feira, 21 de abril de 2010

Feriado O feriado é para ela, está se vendo, uma inimaginável liberdade.
.
Há só o sol passando devagar sobre o seu corpo
E se demora propositalmente no seu rio
...Em seus olhos (fechados) vadiam peixes de esperas ...
.
(RF)
.
***

3 comentários:

papistar_nunes disse...

Que imagem linda peixes do sossego vadiando em meus olhos fechados. Pena que não estou como a moça da foto , esparramada sob o sol.
Bom feriado querido smackssssss

Adina Bezerra disse...

Esta "vadiagem" é sadia, ainda mais quando se é feita na linda leitura poética que só tu o sabes fazer meu querido amigo Franco...Beijos paulistanos

Anônimo disse...

Amei o seu poema. E copiei para guardá-lo entre outros poemas lindos.
Lídia Amaral.