sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Perdão, Senhor! > mini artigo de josémariaLealpaes

Perdão, Senhor!
.
Das urnas eleitorais soa a voz do povo.
.
No imaginário democrático tupiniquim - por favor, a expressão ideário democrático é tapeação retórica sobre a patetice do otariado nacional -, o que falam deputados e senadores, no parlamento federal e afins, é a própria voz do povo.
.
A julgar pelo que se ouve em Brasília, será a voz do povo a voz de Deus?
.
Perdão, Senhor: a voz do povo brasileiro jamais foi, nunca será a voz de Deus.
.
***

Um comentário:

Meméia disse...

Mas as vozes que estamos ouvindo em Brasília, cidade linda, são as vozes dos políticos que o povo elegeu...rs