quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

3 poemas de Camilo Delduque

Camilo Delduque
1.

Todos os dias o bar me toma
Para beber a minha alma
Embriagar o meu poema
.
É um pacto religioso
Com o demônio dos bêbados
.
Um gole de vidro picado
Um taça de chatice
Uma dose de conversa
Um copo derretido
.
Para derramar a mágoa
Que afaga os vícios da felicidade
Todos os dias
A minha alma
Bebe um bar
***
2.
Eu quero morrer
Sob a tua sombra
Sobre o mato amassado
Onde tu me fizeste
Teu amante.
***
3.
Atrás de mim
Não há cortinas
E
Não cabe na minha mão
Nem na tua
A paixão nua
Que nos descobre
***
* Do livro: A encarnação do Bar.
***

Nenhum comentário: