quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Quinta(na) na Quarta-Feira

Foto: Poeta QuintanaArmindo Trevisan: "Quintana tematiza as coisas líricas da existência cotidiana. O seu mundo é pré-tecnológico, o mundo anterior à eletrônica e à informática, o universo das cidades em vias de metropolizarem-se."
.
Tania Franco Carvalhal: " Em um só verso, em uma pequena historieta ou ainda em breves reflexões, Quintana comprova inclinação para o coloquial, para a palavra liberta de medidas, traços que indentificarão para sempre sua produção".

Passeio


"Oh! não há nada como um pé depois do outro..."

" O cotidiano é o incógnito do mistério."


"Com seus oo de espantos, seus RR guturais, seu hirto H, HORROR é uma palavra de cabelos em pé, assustada da própria significação."




"Desconfia dos que não fumam: esses não têm vida interior, não tem sentimentos. O cigarro é uma maneira disfarçada de suspirar".


"As folhas enchem de ff as vogais do vento".
.
Quintana: é o desmascarador previlegiado de certos estados de ânimo, hipócritas ou travestidos de boas intenções.
.
***

Um comentário:

Meméia disse...

No fundo busca um mundo harmônico, rítmico e lírico...
Não seria Tão Poeta sem ser o Homem Eterno que É!
Adoro ele! Bjs