sexta-feira, 14 de março de 2008

Dadadá

Dadadá Castro

Paraense de Belém, autodidata. Aos 14 anos iniciou na música, pesquisando sons experimentais e instrumentos de percussão. Profissionalizou -se na década de 70, quando tocou com os pianistas Álvaro Ribeiro, Guilherme Coutinho e Guiães de Barros.
.
Na década de 80, formou com Nego Nelson, Sagica e Kzan Gama o Grupo Gema, que acompanhava o cantor Walter Bandeira e fazia shows instrumentais.
.
Atualmente toca em teatros, casas noturnas e estúdios de gravação com diversos artistas. Em 2004 lançou seu primeiro disco solo, Almazônica; e ao longo de seus 30 anos de carreira tocou com grandes nomes da música brasileira, como Johnny Alf, Robertinho Silva, Márcio Montarroyos, Luiz Avelar, Jane Duboc, Paulo André Barata, Ney Conceição, Paulo Levi, Hermeto Pascoal, Sivuca, Gilson Peranzzetta, Cláudio Nucci, Zé Renato, Vital Lima, Leila Pinheiro, Zezé Mota, Leny Andrade, Zé Luiz Mazziotti, Sebastião Tapajós, João Donato, Olívia Byington, Nazaré Pereira, Carlos Henry, Márcia Maria e muitos outros artistas nacionais e internacionais.
.
Discografia
.
Participação em CD: Pará Belém: ritmos da Amazônia (1988), de Nazaré Pereira; Cacique Camutá (1998), de Adelbert Carneiro e Gileno Foinquinhos; Paulo André Barata (1997), Projeto Uirapuru, O canto da Amazônia (Vol. 6) Secult, PA; Choros e valsas da Amazônia, de Sebastião Tapajós; Canto Vital (2000),vários artistas interpretam Vital Lima; Nego Nelson (1997), Projeto Uirapuru, O Canto da Amazônia, (Vol. 5), Secult, PA ; Choro nosso de cada dia (2005), de Nego Nelson; Memorial(1994), Memorial da Amazônia (1996) com Tynnôko Costa e Grupo Tymbres, composto por Tynnôko (teclado), Dadadá (percussão), Bererê (bateria), Ney Conceição (contrabaixo), Dedê (teclados); Lucinha Bastos Canta a Amazônia II (2000); Ney Conceição (2005); Fulgor (2005), de Maca Maneschy (como músico e produtor musical).
.
Almazônica – Dadadá Castro (2004), cd solo do percussionista, gravado no Rio de Janeiro; com composições de músicos paraenses; e participações de Danilo Caymmi, Ney Conceição, Robertinho Silva, Chico Chagas, Leonardo Amoedo, Altair, Bernardo Bosisio, Afonso Cláudio, Israel Meirelles e Paulo Levi.
.
******

2 comentários:

Coisa-negócio disse...

Ótimo post sobre meu querido e talentoso amigo!....seu blog está cadia mais especial!...um abraço.

Bel Fares disse...

Ele é muito lindo, não acham?