sábado, 29 de março de 2008

Marcos Quinan



O poeta-artesão.

Prova visível que um poema - é antes de tudo algo que se faz >> não apenas algo que se diz -.

Uma lição de artesanato competente.

3 comentários:

Adina disse...

É como um amigo hoje comentou:

"O Marcos escapa da mesmice, alimentando a linguagem poética de novos campos de ação percepetivos e expressivos".

Concordo plenamente com ele!

Adina Bezerra

wall disse...

as obras dele é incrivel, a linguagem poetica nem se fala.

marcos disse...

Um dos grandes artistas brasileiros, sem dúvida nenhuma.

Rita do Carmo